Estrangeiro

É uma palavra simples dita por você no seu país, tem até vez que vem acompanhada de crítica.

Agora pense: você é o estrangeiro.
Está sozinho.
Não é este o seu país, não são estes os seus costumes, nem a sua cultura, assim como você também não é um deles.
É muito fácil se isolar quando a sua situação naturalmente te segrega.

E isto poderia ter sido muito mais difícil, como se não fosse difícil resumir sua vida em um visto, algumas malas e um voo.

Mas não foi e não é.
Porque desde o dia em que me foi apresentado a estes denominados caloiros, estrangeiro passou a ter cada vez menos importância na minha mente e começou a dar espaço para outras palavras.
Diversão. Momentos. Amizade.
E cada um deles, donos de seus próprios estilos e histórias, me mostraram que tudo bem ser diferente e que não importa de onde você vem, contanto que isto te faça feliz, você não precisa se esforçar, porque quando é pra ser seu, já existe um lugar só seu.

Então, mais uma vez, aqui fica minha a dica para quem deseja ir além e adiante: o nosso lar pode estar em qualquer lugar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑